sábado, 10 de novembro de 2012

Primeiros treinos com a menina

Bora escrever..

Depois de tanto esperar, comecei os primeiros treinos na máquina.
Cito Scott Plasma Premium 3, com grupo sram red 2012 e rodas mavic ksyrium SL.
Scott Plasma Premium 3


Montei a "menina" na Fast Runner mas, infelizmente tenho que repassar a informação a quem possa interessar.
Não estou com intuito de difamar alguém mas, como Engenheiro e profissional dedicado, acho JUSTO as pessoas saberem quem é quem e optarem pelo que julgam melhor para cada um.
Os freios sram red 2012 NÃO casam nessa "magrela". Através de um amigo, Fernando Bittencourt, que também comprou a Scott, me enviando uma foto da "gambiarra" para conseguir locar o freio traseiro na bike, consegui apenas ONTEM, depois de 2 meses da aquisiçao da bike, instalar o freio com o Fernando, da Ciclo Ravena, aqui em Jundiaí.
Galera, recomendo o cara. Muito atencioso e competente.
Para minha surpresa, os mecânicos da FastRunner instalaram meu pedivela (crankset sram red Exogram), "torto", ou seja, quando instalamos o freio traseiro, adaptando uma roela para conseguir chega na altura deseja, visto que existem duas concavidades no quadro, aquela parte onde abre-se e fecha-se o freio, pegaria no pedivela, principalmente ao frear, por causa desse "desalinhamento".
Não sei tua opiniãó, caro colega leitor desse blog, mas quando se contrata um serviço, EU, Egas Zandona Ceccato, espero a melhor prestação assim como busco fazer meu melhor no meu trabalho.
Acho "incrível" e inaceitável o profissional ter visto isso.
Ainda mais reforça essa minha indignação o fato de minha perna esquerda ser torta.
Bom, energias boas, sempre.
Apenas um alerta ao pessoal.



Tive dois treinos no qual gostaria de comentar.
Um deles, com meu amigo Daniel Betito, que treina ciclismo 4x por semana, consegui nos 90k andar maior parte do tempo ao lado dele, com alguns momentos ele abrindo coisa de 100 metros a minha frente no contra relógio. Na volta, sentido sul da Rodovia dos Bandeirantes, dei meu máximo mas esses 4 meses parados pesaram e o menino me largou uns 400 metros pra trás num determinado momento. Consegui buscar mas me RECUSEI andar na roda.
Resultado do treino: um homem lento o resto do dia rs
Mas foi ótimo.
Parabens Daniel.
Deu média de 46 na ida e 39 na volta. Pra mim, voltando, foi ótimo.
Mas eu chego nos meus 42 de média que fazia no mesmo terreno. Basta treinar
Ai que mora o problema..Tempo pra isso! rs

Sobre o segundo treino que gostaria de comentar, tive o privilégio de andar junto com o melhor triatleta aqui da região, na minha opinião, André Splinter.
O menino voa!
Fomos juntos na ida pela Rodovia dos Bandeirantes, junto ao Roni da MegaBikers e o Evandro, amigo dele ciclista. Alguns momentos dei uma puxadinha mas senti um cansaço visto que virei a noite na casa de amigos tomando cerveja, comendo cababreza e tocando violão.
Isso não é desculpa mas pra mim, pesou.
Quando chegamos no retorno do km 86 (pra fazer 50km) eu virei e eles continuaram. Tive que fazer uma busca mas, pra quem conhece o terreno, sabe que logo a frente começa uma subida intensa com o acesso a rodovia que liga a Bandeirantes a Anhanguera.
Ali, uns carros bem no momento que eu ia atravessar o acesso, me "atrapalharam" (ou eu atrapalhei os carros rs) exigindo ainda mais de mim.
Resultado: Quebrei lindooooo ali e os três sumiram cerca de 300 metros a frente.
Por sorte, eles me esperaram mas cheguei moido nos colegas.
Logo que coloquei de lado, eles começaram a impor ritimo novamente.
Na volta, o Evandro comentou que o Splinter e o Roni iam pra um contra relógio na volta e eu, sentindo a noitada, resolvi voltar girando, prevendo outra quebra e até mesmo exposição a algum tipo de lesão.
O Evandro então andou ao meu lado, girando média baixa de 35km/h enquanto os outros dois sumiram.
Foi muito legal pedalar com eles e saber que é ali que preciso focar pra voltar minha melhor média.
Fiquei bastante feliz em saber que em tão pouco tempo e, mesmo sem um bikefit e adaptação a bike, ja quase andei junto dos feras da região.

Agora, é arruma tempo pra encaixar os treinos de corrida visto que já estou sentindo minha perna fortalecida, assim, evito lesões no joelho torto do menino que vos escreve.

Paralelo a isso, volto a natacão.
Saudades de quando trabalhava próximo a minha casa e conseguia encaixar os treinos de natação todo dia!
Tava bem pacas!

Mas, tudo no teu tempo, sem pressa, sem pressão!

Obrigado a Deus pela chance de ter saude e poder treinar.
Obrigado aos amigos pela chance e poder compartilhar desse esporte tão lindo que é o Triathlon.
Obrigado a você por ler, criticar, opinar, concordar ou não com meus posts.
Deus abençoe a todos!
Paz, amor, saude, luz e bem!

5 comentários:

  1. É lamentável ter esse tipo de "profissional" num mercado onde cada peça posta na bike custa uma fortuna. Profissionais despreparados e sem o menor zelo pelo objeto alheio tomam conta das oficinas. Parto do princípio que se alguém me cobra determinado valor por um produto ou serviço, ambos tem que estar, no mínimo, em perfeitas condições. Parabéns pela bike, é um canhão! E no mais, 42 de média tem seu valor...hehehe

    ResponderExcluir
  2. Pôxa Egas, estava sentindo falta de ler sobre seus treinos. Eu que sempre reclamo pra falar dos meus, sou louco para ler os dos brothers. Acho que é uma forma de compensação. :-))

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vagner, vindo de voce, me sinto orgulhoso e o estimulo aumenta em melhorar e a cada dia mais me apaixonar pelo esporte. Voce é ua grande pessoa, querido e abençoado. Espero contar sempre com tua amizade! Obrigado, sempre.

      Excluir
  3. Sobre a loja, sem comentários. Não ponho meus pés ali nunca mais....

    ResponderExcluir
  4. Senna, concordo. Assumo minha parte de culpa nisso por nao ter o minimo de preparo em perceber alguma diferença mas, na confiança, esperava o melhor. Os meninos la sao muito gente boa mas infelizmente pecaram comigo. Abraço, obrigado pelo comentario!

    ResponderExcluir